A sétima maior rede supermercadista do Brasil é 100% paranaense, segundo a Abras (Associação Brasileira de Supermercados). O Condor Super Center tem 40 lojas em 15 cidades do Paraná e fatura mais de R$ 3,6 bilhões por ano.

E já planeja ampliar seus domínios em 2016: abrirá a primeira loja fora do Estado, em Joinville (SC). 'O Condor conversa muito de perto com o paranaense. Saindo do Estado, o desafio vai ser manter esse diálogo', explica Elaine Munhoz, diretora de marketing do Condor.

A marca nasceu em 1974, quando Pedro Joanir Zonta, aos 22 anos, comprou um mercadinho no bairro Pinheirinho, em Curitiba.

Para continuar a crescer, Condor aposta no 'bate-papo' diário com o cliente. Segundo Elaine, o varejista é o maior anunciante privado do Estado, perdendo só para o governo. Neste ano, a ação de aniversário é contraponto à crise: 'A vida fica melhor no Condor' faz paródia de 'Canta, Canta, Minha Gente', de Martinho da Vila. O refrão virou 'Compra, compra, minha gente'