Pensando em formar uma nova geração de profissionais ainda mais preparados para a realidade do mercado, o Condor Super Center montou um mini Condor de 120 m² dentro da Escola de Comunicação e Negócios da Universidade Positivo (UP), que vai funcionar como um laboratório de varejo para os alunos de graduação e pós-graduação da instituição.

A Loja Modelo, que é pioneira no Paraná e vai servir como um local de apoio para os universitários conduzirem suas pesquisas e testarem novos conceitos do setor, também contou com a parceria da Fecomércio, Sebrae, Senac e o Sindicato do Comércio Atacado de Gênero Alimentício do Paraná (Sinca-PR).

O diretor administrativo e financeiro do Condor, Wanclei Said, destacou a importância deste projeto na formação profissional dos estudantes. “Daqui podem sair profissionais completos e bem preparados para atender às necessidades das empresas e dos clientes, além de novos empresários e visionários, que vão ajudar a construir um Paraná ainda mais forte, com mais emprego e renda”.

Para o diretor de marketing do Grupo Positivo e diretor da Escola de Comunicação e Negócios da UP, Rogério Mainardes, as universidades devem se preocupar em levar aos alunos histórias reais e regionais. “Nós temos muito para aprender com os exemplos desses empreendedores paranaenses, como é o caso do presidente do Condor, Pedro Joanir Zonta, que enfrentou redes multinacionais e superou crises econômicas para transformar um pequeno mercado em uma das maiores redes supermercadistas do Brasil”.

A Coordenadora do Núcleo de Estudos e Laboratório de Varejo, Fabíola Paes, destaca a importância do laboratório para aproximar os estudantes do mundo real e prático. “O laboratório de varejo tem como objetivo ser um polo gerador que prepara o profissional para uma série de possibilidades de atuação prática: simulação de atendimento, orientações e práticas de visual merchandising, análise de comportamento do consumidor, treinamentos, eventos, testes de novas tecnologias e proporcionará uma vivência com a realidade do mercado”, afirma.