Como ser um fornecedor do Condor

Como ser um fornecedor do Condor

Como ser um fornecedor do Condor

ORIENTAÇÕES PARA NOVOS FORNECEDORES

A sua empresa tem interesse em ser fornecedor da Rede Condor? Nossa relação terá sucesso se houver alinhamento entre a linha de produtos da sua empresa com o que vendemos para os nossos clientes.

Atuamos com lojas nos estados do Paraná e de Santa Catarina e possuímos um Centro de Distribuição (CD) na cidade de Curitiba-PR.

Nós oferecemos para nossos clientes linhas de produtos, tais como: alimentos, bebidas, produtos de limpeza, de higiene, de beleza pessoal, carnes, frutas e verduras, pães, confeitos, derivados de leite, embutidos, objetos para casa e cozinha, ferramentas, materiais de papelaria e escritório, rações e linha pet, confecções, calçados, cama, mesa e banho, eletrodomésticos, eletroportáteis, artigos de telefonia, informática e cine, foto e som.

Valorizamos o contato direto com os fabricantes dos produtos que comercializamos. Somente em casos excepcionais, nós fazemos negócios com distribuidores. A atuação do representante comercial deve ser capaz de comprovar sua habilitação para falar em nome da empresa.

A seguir, o procedimento para solicitar uma análise para cadastro de fornecedores no Condor.

O contato deve ser feito com a administração da empresa pela gerência comercial no endereço: Av. Winston Churchill, n.º 2.170, bairro Capão Raso – Curitiba-PR.

1.ª Etapa: Contato Condor / Fornecedor

O interessado deverá procurar a gerência comercial para fazer o primeiro contato com o gerente de produto (gestor de produto), responsável pela administração dos produtos de mesma categoria.

  • Na primeira visita, o interessado tomará conhecimento sobre a política comercial do Condor, de como são realizadas as compras, as operações comerciais, formato do contrato comercial e logístico, avaliação do desempenho de vendas do produto, para a manutenção do mesmo no mix da categoria.
  • O fornecedor deve ter capacidade técnica e física para atender à demanda de vendas dos seus produtos na Rede Condor e deverá indicar quais de seus produtos são relevantes para serem comercializados.
  • O fornecedor também deve dispor de uma estrutura logística para atender às entregas ao CD Condor ou diretamente nas lojas, atualmente em 20 cidades nos estados do Paraná e de Santa Catarina.
  • O Condor reserva-se o direito de fazer uma visita às instalações do fornecedor, para conhecer os critérios de recebimento de matéria-prima e insumos, conhecer o processo produtivo, inspecionar a qualidade da produção e as autorizações de fabricação (caso aplicável).

2.ª Etapa: Análise do produto

O fornecedor deverá preencher a Ficha Cadastro de Produto com informações sobre:

  • Dados dos produtos, dados fiscais, se há planejamento de mídia, pedido mínimo, dentre outros.
  • Comercialização dos produtos nos concorrentes.

O Condor fará a análise da rentabilidade do produto e do posicionamento na categoria (se houver). Os dados e as características dos produtos devem ser cadastrados na plataforma da empresa SIMPLUS, que é a principal fonte do conteúdo digital de produtos para o varejo. O fornecedor deve fazer contato com a SIMPLUS para obter mais informações de como proceder. Recomendamos consultar o site www.simplustec.com.br para a implantação e manutenção dos dados e de imagens no cadastro do produto.

Os produtos serão avaliados por amostras e/ou catálogos e, posteriormente, ficará a critério da empresa a retirada da amostra. Poderá ocorrer necessidade de uma produção específica para que o Condor possa fazer uma degustação.

Cada produto será avaliado por uma equipe técnica do Condor, que fará análise de:

  • Preço de compra x preço de venda;
  • Desempenho dos produtos na categoria;
  • Ocorrência de mídia de lançamento do produto.

3.ª Etapa: Análise econômica-financeira do fornecedor

Havendo interesse do Condor nos produtos oferecidos, o fornecedor deverá entregar para análise:

  • Formulário preenchido Análise Prévia do Fornecedor;
  • Balanço patrimonial (2 últimos anos);
  • Demonstrativo de resultado do exercício – DRE (2 últimos anos);
  • Declaração de faturamento;
  • Contrato Social e última alteração, ou Contrato Consolidado;
  • Certificado de qualidade, certificado da ANVISA, certificado de inspeção e outros, quando houver.

Obs.: No caso da ausência dos dados contábeis de balanço e DRE, entregar declaração de faturamento anual dada pelo contador.

Outros documentos necessários:

  • Certidão Simplificada válida (últimos 90 dias) da Junta Comercial;
  • Certidão Negativa ou Positiva com Efeitos de Negativa (Municipal, Estadual, Federal e Previdência Social);
  • Ter cadastro no Sintegra, se houver inscrição estadual.

Com base nas informações recebidas, o Condor fará uma análise prévia do fornecedor, levando em consideração: a localização da fábrica; os certificados de qualidade dos produtos e certificados de inspeção; a forma de atuação da empresa, no que diz respeito ao apoio às vendas dos seus promotores, aos sócios e diretores da empresa, a distribuidores e representantes, quando houver. Com base nos documentos contábeis será feito uma análise da capacidade econômica e financeira da empresa e consulta ao SERASA e SPC.

4.ª Etapa: Primeiro pedido

Uma vez aprovada a inclusão do produto, o gerente de produto (gestor de produto) manterá contato com o fornecedor para iniciar as negociações, definido a quantidade e o valor da primeira compra, e para formalizar um contrato de fornecimento e efetuar o cadastramento do produto e a emissão do primeiro pedido.

Após a entrega do primeiro lote de fornecimento, os produtos serão inspecionados e recebidos no CD Condor ou diretamente nas lojas para serem colocados em exposição.

O fornecedor também deve participar da divulgação dos produtos por meio de tabloides, lâminas e anúncios em TV/ Rádio.

5ª Etapa: Avaliação de desempenho do produto

O Condor posiciona os produtos pelo seu desempenho na categoria, com isso, a cada 120 dias, os produtos são avaliados em relação a vendas em valor, vendas em quantidade e rentabilidade das vendas obtida pela margem líquida. Ou seja, o produto precisa ter giro. Dessa forma, os produtos que não tem performance, comparativamente a outros produtos na mesma categoria, são retirados de linha.

Para novos produtos, queremos a parceria do fornecedor para trabalhar na comercialização no ponto de venda, por isso o trabalho do fornecedor é fundamental para que o produto tenha um elevado desempenho e, caso isso não ocorra em 120 dias, o Condor devolverá as unidades do produto que não foram vendidas para serem ressarcidas ou retiradas de estoque pelo fornecedor.